Profissionais de Tecnologia » Post 'O QUE É BI?'

O QUE É BI?

Por Scheila Mello

Há muito se está falando sobre BI – Business Intelligence, suas aplicações e soluções tecnológicas disponíveis no mercado, mas será que sabemos do que estamos falando? “Se não tivermos ao menos a consciência do conceito correto de BI, para o qual existem os mais diversos tipos de conceituação na atualidade, é preciso ter muito mais cuidado quanto à escolha de uma solução de BI.

O primeiro passo é ter claro o conceito de BI por meio do entendimento dos dois termos que compõem o referido conceito: Business (negócio) e Intelligence (inteligência).

O primeiro, superficialmente, quer dizer a intermediação de uma atividade comercial com fins lucrativos, quando se trata do mundo empresarial. O segundo se refere à faculdade de aprender, apreender ou compreender; capacidade de resolver situações problemáticas mediante a reestruturação de dados perceptivos.

Com a junção dos dois termos acima, é correto supor que a inteligência do negócio está ligada à capacidade das pessoas em posições estratégicas dentro de uma empresa e que estão diretamente ligadas ao negócio, pessoas com poder de decisão para adaptar ou alterar o rumo da empresa, interna (estrutura, recursos humanos, financeiros, materiais, etc) ou externamente (mercado, concorrência, econômico, etc).

O conceito de BI se presta justamente ao objetivo de auxiliar estas pessoas por meio do tratamento da base de dados existentes, de maneira a aprimorar o processo de tomada de decisão.

O BI engloba o uso de ferramentas sofisticadas, que fazem parte da área de pesquisa como, por exemplo, a Inteligência Artificial (IA), proporcionando além de informações mais acuradas, uma base de conhecimento, com a conseqüente disseminação do conhecimento obtido no referido tratamento da base de dados, que nada mais são do que as práticas oriundas das decisões tomadas, por toda a empresa, em um contínuo “”feedback”".

Existem muitas “”vozes”" no mercado que propagam que as ferramentas que compõem uma solução de BI podem representar a “”inteligência do negócio”", ou seja, a mencionada capacidade das pessoas de tomarem decisão, citada anteriormente.

As empresas fazem parte do mundo dos negócios e esse visa ao lucro, ao retorno dos capitais investidos no menor tempo possível. Numa esfera altamente competitiva como esta, as informações assumem um papel fundamental no sucesso dessa empreitada. Em face a enorme quantidade de informações que são despejadas sobre nós diariamente, necessitamos de critérios para selecionarmos e organizarmos os dados que nos interessam.

Como não poderia deixar de ser, os sistemas de informações prestam uma grande contribuição nesse sentido. Esse sistema proporciona lucros quando permite que uma maior quantidade de bens sejam produzidos, uma maior quantidade de clientes sejam atendidos, a satisfação e fidelização dos mesmos sejam conquistadas, e finalmente, permite uma melhor alocação dos recursos disponíveis, gerando economia, e conseqüentemente maximização dos lucros.

Obtendo essas informações rapidamente e de forma estruturada, a empresa sairá na frente, descobrindo os problemas com seus produtos, possibilitando corrigi-los com maior velocidade, irá saber se seus clientes estão satisfeitos e poderá definir novas estratégias para expansão no mercado. Numa economia globalizada e veloz como a nossa, essas tecnologias são um grande diferencial competitivo, e nós já temos vários casos de sucesso, aplicando-as.

Mas, o ponto mais importante nessa mistura de tecnologias é a empresa poder direcionar todo seu capital intelectual para a sua devida função, que é pensar. Os gerentes e diretores poderão ter as informações rapidamente, e também terão mais tempo para melhorarem todos seus processos e analisarem mais os seus dados, que passarão a ser valiosas informações. Aí a TI (Tecnologia da Informação) estará exercendo seu grande papel, que é o de fornecer informações de qualidade, e deixar de ser uma amontoadora de dados.

O Business Intelligence (BI) – pode ser entendido como um guarda-chuva conceitual que envolve a Inteligência Competitiva (CI), a Gerência de Conhecimento (KMS) e a IBI (Internet Business Intelligence), pesquisa e análise de mercado, relacionados a nova era da Economia da Informação, dedicada a captura de dados, informações e conhecimentos que permitem as organizações competirem com maior eficiência no contexto atual, é um conjunto de ferramentas utilizado para manipular uma massa de dados operacional em busca de informações essenciais para o negócio.

Torna-se fácil entender agora por que palavras como competitividade, globalização e qualidade fazem parte de dia-a-dia das empresas. Aquelas que não estão medindo esforços para conquistá-lo e tê-lo como seu cliente mais fiel com certeza se perderão no meio do caminho.

Bom para cada um de nós, clientes e consumidores. E melhor ainda para cada um de nós que, como parte integrante das empresas, teremos muito o que fazer.

Scheila Mello
scheilavm@uol.com.br

Deixe um comentário

Faça Login para deixar um comentário »

© 2008 Profissionais de Tecnologia is powered by WordPress